Mineira grávida é assassinada na Bélgica ~ Plantão Policial
Nossa Pagina no Facebook

Mineira grávida é assassinada na Bélgica

Uma mineira de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, foi assassinada na Bélgica, onde morava há três anos. O corpo de Thayrine Cruz, de 37 anos, foi encontrado em uma cidade próxima a Bruxelas, capital do país. A mulher estava grávida de quatro meses. Até o momento, a motivação e a autoria do crime são desconhecidas.

O desaparecimento de Thayrine foi percebido pelo filho dela, de 12 anos, que mora no Brasil. O menino estranhou a falta de contato da mãe e resolveu procurá-la nas redes sociais. Ele acessou o perfil dela no Facebook e publicou uma mensagem pedindo informações sobre a mãe. No texto, ele avisa que é o filho dela e que está em busca de notícias. “Bom dia, aqui é o filho da Thay. Alguém sabe o que aconteceu com ela, ou se ela está bem?”

Momentos depois, amigos da brasileira começaram a responder. Um homem escreve em português: “estou muito preocupado também. Se você precisar de ajuda, me fala. Eu tenho informações que eu vou dividir com suas tias”.

Segundo a família, Thayrine fazia contato praticamente todos os dias, por meio de redes sociais. A última mensagem trocada com a família foi no dia oito de maio. Na última quinta-feira (11), a mineira foi encontrada morta. O pai do filho dela é da Bélgica e seria um dos investigados. Os dois não moravam juntos.

Outras duas primas da brasileira moram em Bruxelas. Elas estão aguardando a liberação do corpo para realizarem o translado. Uma advogada contratada pelos parentes de Thayrine disse que o corpo só deve ser liberado após o fim do inquérito policial, que ainda não tem data para terminar. A polícia já ouviu algumas pessoas e outras devem ser ouvidas nos próximos dias.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores informou que o Consulado do Brasil em Bruxelas está acompanhando o caso. A pasta informou, ainda, que mantém contato com a família no Brasil e com as autoridades policiais belgas sobre as circunstâncias da morte e sobre providências legais e documentais. O Consulado presta assistência consular à família dela mas o governo não pode comentar informações pessoais de brasileiros que recebam assistência consular no exterior.

Thayrine Cruz foi encontrada morta na Bélgica (Foto: Reprodução/Record Minas)

(Fonte: Record Minas / R7)
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário